Cuiabá, 21 de Novembro de 2017

Cidades

Força Tática da PM tentará conter onda de violência em Várzea Grande

Por: Da Redação
Fonte: G1
Tida como uma das cidades mais violentas do país, com 55,4 mortes a cada 100 mil habitantes (mapa da violência), Várzea Grande já conta com a volta do efetivo da Força Tática da Polícia Militar.

Foto de Reprodução

Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (10), 48 policiais da PM já ganharam às do município e região metropolitana, e a expectativa é que os crimes diminuam nas próximas horas.

Na verdade, a Força Tática já atuava no município com 86 homens, mas com a realização da Copa do Mundo, em junho deste ano, estes foram designados para compor um grupo de choque que trabalhou no mundial de futebol.

De acordo com o coronel Sérgio Coneza, comandante do 2º Comando Regional da Polícia Militar, apesar do número reduzido de policiais, o efetivo deve coibir a prática de crimes em Várzea Grande.

"O efetivo é menor que o necessário, mas vamos fazer com que eles [policiais] trabalhem em locais e horários que mais precisamos. Vamos dar uma resposta para a população de Várzea Grande. Os policiais estão à disposição da sociedade para fazer abordagens específicas", disse.

Vale ressaltar, que o índice de violência em Cuiabá e Várzea Grande cresceu assustadoramente (42%), no período. Nas duas cidades, somente durante o mês de outubro 45 pessoas foram assassinadas e nas ultimas 8 horas outras cinco também perderam a vida.

Indignados com tanta violência, moradores resolveram se mobilizar para cobrar providências das autoridades locais.

Na próxima quarta-feira, 12, o movimento “Vamos Agir Várzea Grande”, realiza passeata pelas principais ruas de Várzea Grande, cobrando posicionamento de autoridades.

O ato público batizado como “Dia do Basta Contra Violência”, sairá às 17h da praça em frente a Todimo (centro) e vai até a igreja Nossa Senhora do Carmo. Em seguida, segue até a Câmara do município, onde espera contar com a presença dos parlamentares da cidade.