Cuiabá, 18 de Outubro de 2017

Educação

Seduc proíbe entrada de mulheres com roupas curtas e decotadas no órgão

Por: Patricia Xavier
Fonte: Da redação

Foto de Reprodução

A Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT), por meio de uma portaria, proíbe mulheres de entrarem  no prédio da pasta, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, usando roupas decotadas, que mostrem a barriga ou “excessivamente curtas”. A medida vale para os homens também, sendo proibido o uso de camisetas sem mangas e bermudas acima do joelho.

A portaria, assinada pelo secretário de Educação, Marco Marrafon, foi publicada no Diário Oficial do Estado que circula nesta sexta-feira (19). A exceção, conforme o texto será para crianças com até 12 anos.

Consta no texto que não poderão entrar na sede da Seduc, mulheres que estiverem usando blusas tipo tomara-que-caia ou que deixam as costas nuas, assim como shorts acima do joelho, minissaia e traje de banho. O documento também proíbe peças de roupa “que exponham partes do corpo que, por costume, não ficam à mostra”.

De acordo com a Seduc, a medida tem base no código de ética dos servidores públicos, o decoro da pasta, que exige o uso de “vestimentas apropriadas” do público externo e na necessidade de normatizar o uso adequado de roupas para entrada no prédio. A fiscalização será feita por seguranças da sede da pasta.

No início deste ano, a Câmara de Cuiabá também tomou atitude parecida e assinou uma portaria que proíbe a entrada de pessoas com roupas inadequadas no interior do Legislativo municipal.