Cuiabá, 19 de Novembro de 2017

Mato Grosso

Mulher de coronel presa pede transferência para unidade militar

Por: Patricia Xavier
Fonte: Da redação

Foto de Reprodução

A personal trainer Helen Christy Carvalho Lesco, esposa do coronel da Polícia Militar Evandro Alexandre Lesco, solicitou à Justiça sua transferência para uma unidade militar, destinada a policiais, ou para a base do Serviço de Operações Especializadas (SOE), localizado na região do CPA, em Cuiabá. A defesa alega que a medida seria para ‘resguardar a integridade física da detenta', que está presa na Penitenciária Feminina Ana Maria Couto May, na capital.

Helen Christy e seu marido estão presos por suspeita de prejudicar as investigações referentes às interceptações telefônicas no estado, além de fazerem parte de um plano para tentar afastar o desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), do processo que investiga o caso.

A defesa da personal protocolou o pedido na 2ª Vara Criminal de Cuiabá, no dia 29 de setembro, dois dias após sua prisão, durante a Operação Esdras, da Polícia Civil. E, desde o dia 2, o processo está concluso para decisão.

Outras detentas  denunciaram à polícia de que Helen Lesco estaria tendo regalias na prisão. No entanto, a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) negou que Helen esteja tendo regalias na prisão. Alegou que ela recebeu visitas nos dias permitidos e, sobre o aplique no cabelo, informou que ela não precisará retirá-lo, pois não possui grampos ou prendedor metálico.