Cuiabá, 23 de Outubro de 2017

Opinião

Ser mãe

Por: Aline Brito

Foto de Reprodução

Já li muitos artigos, textos, pensamentos, histórias e ouvi conselhos também sobre a maternidade. Mas a verdade é que você só vai saber o que é ser mãe quando se tornar uma. Aquele velho papo que ouvimos de nossas mães, ele realmente é verídico.

Tornar-se mãe inicia com o teste de gravidez positivo e não há como deixar de ser mãe, mesmo que ela perca seu filho por alguma razão, ou morra, ela sempre será mãe. Que coisa forte!

É incrível como nós mulheres temos essa dádiva de Deus, porque não tem outra explicação de gerar uma vida. É muita perfeição.

A palavra mãe tem tantos significados que eu poderia escrever um livro. Ela tem importância em absolutamente todas as áreas de nossas vidas. Como alguém tem tamanho poder de influência, né?! É uma ligação inexplicável, um amor imensurável...

Sou mãe há mais de 10 anos, e ano após ano, me faço uma mãe melhor. Sim, me faço. Porque é esforço e dedicação. Sabe aquela história de que a prática e a repetição levam a perfeição? É assim, dia pós dia.

Ser mãe não tem manual de instrução, os conselhos e os palpites nem sempre dão certo. Como mãe de dois filhos afirmo, com plena certeza, que esse trabalho é o mais difícil da vida de uma mulher, ao menos da minha. Tenho que confessar que se existisse uma tecla ou um jeito que me “desfizesse” mãe eu já tinha pedido pra sair. Friso que só por alguns dias.

Parir um filho é muito fácil, mas ser mãe não é nem um pouco. Existe muita diferença em SER MÃE e se TORNAR MÃE.

A gente abre mão de tanta coisa, nos colocamos em segundo ou terceiro plano só para poder oferecer o melhor aos nossos filhos. Para mim isso não é difícil, até porque uma mãe é feliz com a felicidade de seus filhos.

Eu sou da seguinte teoria, você planta o que você colhe. Se você é uma boa mãe, colherá seus frutos mais cedo ou mais tarde. Mesmo que o filho não te valorize como deveria, ele também colherá o fruto dele. O importante é ser o melhor e fazer sua parte bem feita.

E quando você pensa que está sendo uma boa mãe tem que ouvir de alguns que está errando, ou está errada, ou é uma péssima mãe ou não sabe ser mãe. Eu hein!

Mas fazer o que? Existem os prós e os contras, não vamos agradar todo mundo. Porém, existe uma coisa que sempre nos orienta. Chama-se consciência! Cada uma sabe o que ela a acusa ou não. Outra forma é olhar para nossos filhos, eles são nossos reflexos, se o que vemos for bom, estamos no caminho certo, mas se não for, reconhecer o erro e mudar é sempre uma saída.

Uma passagem bíblica diz assim "os filhos são herança do senhor" (Salmo 127:3) e crendo que essas palavras são verdadeiras, reconheço que a maternidade é uma bênção dos céus. Sendo assim, eu agradeço a Deus por essa bênção e parabenizo todas as mamães, pois não só hoje mas todos os dias, você merece toda felicidade do mundo.

Feliz Dia das Mães!!!

Aline Brito é jornalista em Cuiabá.