Cuiabá, 21 de Novembro de 2017

Política

Deputados delatados podem ter mandatos cassados pelo TRE

Por: Patricia Xavier
Fonte: Da redação

Foto de Reprodução

Os políticos gravados recebendo dinheiro, supostamente de propinas, podem ter seus mandados cassados pelo Tribunal Regional de Mato Grosso (TRE-MT).  A informação é do presidente do TRE, desembargador Márcio Vidal.

Deputados e ex-deputados foram filmados recebendo dinheiro das mãos do ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), Silvio Cezar, como espécie de ‘mensalinho', para que os parlamentares apoiassem o governo Silval.  O material consta na delação premiada do ex-governador.

Segundo Vidal, um ofício foi encaminhado à Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) para apura os fatos.  "Nós oficiamos imediatamente a PRE para tomar as providências cabíveis. Vai examinar se há provas e eventualmente, vai propor ações por uma possível inelegibilidade, de cassação e etc", afirmou Márcio Vidal, em entrevista à Rádio Capital FM.

Vidal explicou que a providências podem ser tomadas tanto no campo da improbidade administrativa quanto penal.  O desembargador ainda ressaltou que a Procuradoria deverá analisar se os fatos "respingam" no processo eleitoral e se comprometem a prestação de contas dos políticos citados. 

"Esses são questionamentos que caberá a Procuradoria fazer esse estudo. É importante dizer, que, com base no que foi divulgado pela imprensa, o TRE oficiou quem tem competência para agir, neste momento, que é a Procuradoria Regional Eleitoral", completou o desembargador.

Na delação de Silval Barbosa mais da metade dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado (ALMT), na gestão de Silval, foram acusados de recebimento de vantagens indevidas para apoiarem seu governo.